Cordel Corpos Visíveis

Por Tertuliana Lustosa

Criação coletiva durante a oficina CORDEL DISSIDENTE na mostra Copos Visíveis, no dia 09/06/2018. Devido à censura do prefeito do Rio de Janeiro Crivella, levando à transferência da mostra em parte da Arena do Parque de Madureira para a Fundição Progresso, nos solidarizamos e unimos as oficinas CORDEL DISSIDENTE e DRAMATURGAY, ministrada por Peter Franco.

>>>DRAMATURGAY / Peter Franco
Workshop Processos da autobiografia e escrita no teatro documental

O autobiográfico, o teatro documental e a construção de nossas próprias narrativas LGBTQI+. A oficina será conduzida a partir das seguintes questões: de que modo as narrativas pessoais podem ser contadas, escritas, faladas e quais são as relações e os motivos do seu silenciamento.

>>>CORDEL DISSIDENTE / Tertuliana Lustosa

A Oficina parte de uma introdução teórica sobre a história e as origens da literatura de cordel e a produção de um verso de poesia de cordel numa estrutura tradicional e outra num estilo totalmente livre. A segunda parte do curso é a confecção de xilogravuras.

As oficinas dialogaram muito e como resultado tivemos o cordel CORPOS VISÍVEIS, com escritas de si, imagens em xilogravura e reflexões sobre corpo dissidente e censura:

cordel CORPOS VISÍVEIS

Cordel Sertransneja

Por Tertuliana Lustosa

O cordel Sertransneja pertence ao Coletivo Xica Manicongo, que reúne gestos de criação artística, partindo de diversas perspectivas e militâncias iniciadas na cidade do Rio de Janeiro: Nordeste, cidades do interior, LGBT, transfeminismo.

Esta publicação é inédita, no entanto este mesmo cordel já circulou em diversos espaços servindo como venda autônoma para pessoas trans, LGBTs e periféricas.

Recentemente a autora da xilogravura, Matheus Passareli, que fez a capa do cordel veio a falecer, e é fundamental destacar a importância das suas obras.

Autores: Matheus Passareli, Tertuliana Lustosa, Lidi de Oliveira, Wescla Vasconcelos.

Matheusa Vive!

Acesse o cordel através do link abaixo:

Cordel SERTRANSNEJA

PODCAST 001 ((OUTRA LITERATURA)) DESPINA + HEAVY BAILE

Por Mayara Velozo

Cobertura do evento”Senado tomado” na Despina, conversa com Consuelo Bassanesi, Sofia Geld e John Mesquita e do lançamento “Carne de Pescoço”, do Heavy Baile RJ, com gravação ao vivo de GABZ.

Continue reading “PODCAST 001 ((OUTRA LITERATURA)) DESPINA + HEAVY BAILE”

Uma outra literatura é possível

Este site é um canal de publicações independentes e divulgação de conteúdos dissidentes. Chegou a hora de dizer sim para a literatura das sapa, das bi, das bixa, das travesti, das pretas, das indígenas, das putas, das faveladas, das monas e de todas resistentes na sua arte. Outra literatura é possível no Brasil e ela não está fechada ao mundo das palavras escritas: é preciso ampliar o campo e agregar outras identidades possíveis. Aqui estarão presentes arte de guerrilha e outras artes visuais, funk e outros ritmos musicais, cordel e outras escritas populares, candomblé e outras religiosidades contrahegemônicas, coberturas de SLAM e outros eventos. Sejam bem-vindes!